Horário de funcionamento

Seg - Sáb: 7H às 20h

A anatomia humana é muito complicada, mas muito interessante. Você já se perguntou por que os médicos sempre insistem que devemos aprender a ouvir nosso corpo? Bem, é porque há muita coisa acontecendo nele. O corpo é composto de muitas partes, todas as quais desempenham um papel significativo em nosso bem-estar. Nosso foco hoje será no ouvido, o órgão que nos ajuda a ouvir.

Você tem ouvido um zumbido nos ouvidos ultimamente e não entende de onde vem o som? Se sim, então você pode estar sofrendo de zumbido.

O que é zumbido?

Zumbido, comumente conhecido como som de toque, refere-se a um som de toque que você ouve em seus ouvidos que não é de uma fonte externa. Embora o som mais comum seja o som de toque, algumas pessoas podem ouvir algum som de assobio, pulsação, chilrear, clique ou sibilação. O tom do som que se ouve varia de alto a baixo, embora às vezes possa ter vários tons.

O zumbido pode ser incômodo e, nos casos em que dura mais de seis meses, é considerado zumbido crônico. As estatísticas mostram que 1 em cada 5 pessoas sofre de zumbido e, embora alguns optem por ignorá-lo, para alguns, é difícil, pois interfere em suas vidas diárias.

Os dois tipos de zumbido são zumbido subjetivo e zumbido objetivo. O zumbido subjetivo é aquele em que o médico o examina por meio de vários testes, verificando suas orelhas, pescoço, mandíbula ou qualquer outra parte e identifica o problema subjacente. Já o zumbido objetivo, que é o mais comum, refere-se a ruídos que só você ouve.

Causas do zumbido

Existem várias causas para esta condição, algumas das quais incluem;

  • Ferimentos na cabeça
  • Lesões no pescoço
  • Tumores cerebrais
  • Exposição a ruído alto
  • Envelhecimento – cerca de 55 anos
  • Depressão
  • Ansiedade
  • Insônia
  • Bloqueio de cera de ouvido
  • Medicamentos como eritromicina, metotrexato, etc.

Agora que você conhece as causas do zumbido, como saber se está sofrendo dessa condição? Um dos principais sintomas reveladores é ouvir um som de toque ou qualquer outro som em seus ouvidos em frequências diferentes. E se se prolongar por muito tempo, talvez seja hora de visitar seu médico que irá diagnosticar você e propor o melhor plano de tratamento. 

Opções de tratamento para zumbido

Como mencionado acima, existem diferentes causas de zumbido. Como tal, é imperativo identificar primeiro a possível causa antes de iniciar qualquer plano de tratamento. Algumas doenças causadas por insônia, depressão ou ansiedade podem ser tratadas sem medicamentos.

Uma maneira de controlar a condição é levando um estilo de vida saudável. Certifique-se de dormir o suficiente, fazendo exercícios como ioga que o ajudam a relaxar, evitar fumar, evitar beber álcool e evitar ruídos altos. Em outros casos, pode ser necessário procurar aconselhamento, terapia cognitivo-comportamental, terapia de retreinamento do zumbido, aparelhos auditivos ou até mesmo uma cirurgia.

Se você tiver esse problema, visite um médico otorrinolaringologista o mais rápido possível.  

Artigos recomendados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *